Cápsula Endoscópica

O que é o exame ?

 

Tem como finalidade examinar o intestino delgado, que não pode ser totalmente avaliado pela Endoscopia Alta e Colonoscopia. Trata-se de procedimento não invasivo, seguro, efetivo e indolor.

O exame consiste na ingestão de uma pequena cápsula endoscópica ( estéril, de uso único e descartável), que percorre todo o sistema digestivo e é eliminada naturalmente nas fezes.  Durante esse trajeto, a cápsula captura imagens de alta qualidade ( três fotos /segundo ) que são transmitidas para um dispositivo gravador onde ficam registradas.  O paciente carrega o gravador junto à cintura preso por um cinto especial como um Walkman.  Após o tempo de registro, o paciente retorna à clínica para que esse dispositivo gravador seja retirado e as imagens capturadas possam ser analisadas.

Para um exame adequado é fundamental a ingestão de medicamentos  para limpar o intestino delgado, que permite uma eficaz análise de toda a mucosa. Portanto siga cuidadosamente as orientações do preparo.

Recentemente, em 2 de julho de 2003, o FDA (Food and Drug Administration – órgão regulador americano que controla os medicamentos)  baseado na análise de 32 estudos totalizando 691 pacientes, estabeleceu que a cápsula endoscópica é método diagnóstico de primeira linha na detecção de anormalidades do intestino delgado.

 No Brasil, o primeiro exame de cápsula endoscópica foi realizado em 2001.

 

Principais indicações

            

  • Suspeita de sangramento gastrintestinal e/ou anemia por deficiência de ferro quando a videoendoscopia e videocolonoscopia não diagnosticaram o sítio do sangramento.
  • Tumores do intestino delgado.
  • Dores abdominais, diarréias e perda de peso.
  • Diagnóstico ou suspeita de Doença de Crohn, Colite Ulcerativa e Doença Celíaca, assim como Doenças Inflamatórias do intestino delgado.

 

 

Preparo do paciente para o uso da cápsula

 

Dia anterior ao procedimento

- 12:00 horas. Almoço . Sopa, purê de batatas ou cenoura com peito de frango e arroz.  Pode comer gelatina ou sorvete de frutas.

- Até 15 h – lanche: Chá ou mate com torradas. Permitido geléia e mel.

            – Às  17h  -  Jantar –  Sopa de legumes batida no liquidificador e suco de frutas coado.

           

Beber bastante água durante o dia e  líquidos em geral até às 24 horas.

       ( água de coco, chá, gatorate, mate) 

 

 

Medicamentos

-  15:00  horas  – Dulcolax – 02 comprimidos.

- 18:00 horas – Misturar  01 frascos de manitol ou Fleet enema misturados com 250ml de mate ou guaraná. Tomar meio copo de 15 em 15 minutos tentando terminar em duas horas. 

*  Se sentir enjôo pode tomar 01 comprimido de Plasil ou Digesan. 

 

 OBS: 12 horas antes do exame poderá ingerir apenas água.

 

Dia do procedimento

            – Não comer ou beber.

- Vestir roupas confortáveis com duas peças.

- Não utilizar cremes, loções e ou perfumes.

- Chegar no horário marcado para a ingestão da cápsula e a instalação dos

sensores e gravador de imagens.

- O paciente pode retornar para o seu lar e encaminhar-se à clínica no horário combinado para retirada do gravador.

 

- Após 2 horas da ingestão da cápsula,  Beber 250ml de água/água de coco  por hora durante todo o procedimento.

- Após 4 horas da ingestão da cápsula o paciente poderá ter uma refeição leve e após 8 horas da ingestão da cápsula uma refeição normal

 

OBS:  Suspender uso de suplementos de ferro uma semana antes do exame e outras medicações duas horas antes do procedimento.

 

Após o procedimento:

Confirme a eliminação da cápsula.  Caso tenha dúvidas da excreção da cápsula poderá ser feito um Raio X simples de abdômen para esta confirmação. 

A principal complicação a retenção da cápsula pelo intestino (menos que 0.75% dos casos).  Em casos raros, quando isso ocorrer, a intervenção do médico pode ser necessária.